viagens pela paisagem que me é próxima e interior, viagens por filmes, viagens de aquém e além mar
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

.pesquisar

 

.viagens recentes

. Comida e fotografia

. tubos

. Avaliação da qualidade na...

. No paraíso ano após ano

. Férias floridas

. Primavera

. jarro

. flor 2

. flor

. Clorofila

. Primavera

. Martinha

. Fly fishing ou a imagem d...

. ... e o paraíso continua ...

. Blawenburg Band em Hopewe...

. Sporting vence torneio Ba...

. Alvor

. Por Cascais e Sintra

. Festival de Jazz de Monte...

. Com neve na praia

. De Berlim, com amor

. Será que a crise nos veio...

. Berlin - bald bin ich da!

. Os nossos dias voltarão a...

. Grounds for Sculpture

. Phila

. mais uma foto do paraíso

.arquivos

. Setembro 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

blogs SAPO

.links

Terça-feira, 5 de Setembro de 2006

Diário da Costa Rica – Dia 16 (o regresso ou o posfácio)(20)

4h47 de San Jose a Newark. 3h em Newark. 6h20 de Newark a Lisboa. 1h30 em Lisboa. 2h10 de Lisboa à Terceira.

O que mais temia era o viajar pela primeira vez numa excursão unicamente com portugueses. Não devemos ser preconceituosos, contudo a experiência passada em guiar grupos de turistas na Terceira, assim me deformou o espírito. Mas, este tipo de viagem organizada tem todas as vantagens no que respeita a deixar-nos sem preocupações com as reservas de alojamento e transferes, para além de não nos ocupar muito tempo com a preparação da mesma. Sendo a Rotas do Vento um operador direccionado para o turismo de aventura e ambiente, dá-nos alguma garantia à partida de que o que está previsto se enquadra no estilo de férias que pretendemos fazer. Assim aconteceu.

Possivelmente teria poupado dinheiro, organizando eu mesma todos os percursos, mas teria, seguramente, ocupado menos bem o tempo e ficado alojada em piores condições. Naturalmente que a comodidade tem o seu preço.

De certo modo fiquei entusiasmada para repetir este género de pacote de férias, mas não enjeito a possibilidade de ser eu a organizar outras viagens, pelo gozo que me dá fazê-lo.

As desvantagens que se poderão encontrar prendem-se essencialmente com a ida a locais que poderão não nos interessar de sobremaneira, em detrimento de outros que poderiam ser mais interessantes, contudo uma procura aturada do melhor pacote que se adeqúe aos nossos interesses poderá solucionar este possível contratempo. A outra desvantagem são os companheiros de viagem que nunca saberemos se são ou não interessantes. Se vamos acompanhados esse problema não se coloca de forma muito premente, se vamos sós poderá ser mais grave e chegará o momento em que te questionas “Mas a que propósito é que eu estou a fazer férias com esta gente que não conheço de lado nenhum?” Por outro lado, poderão dar-se felizes coincidências e cruzamentos de vidas que não estariam previstas caso tivéssemos optado por outro rumo.

Mas a vida é mesmo assim, feita de encontros, desencontros e caminhos que se cruzam e descruzam, amizades que se fazem, outras que se esquecem, conhecimentos que perduram, outros que se esvaem no tempo. O futuro e o coração se encarregarão de nos voltar ou não a juntar.
 

À Ana, à Filomena, ao Frederico, à Helena e à Sandra, com quem partilhei uma bonita aventura

 


publicado por mq às 00:46

link do post | comentar | favorito
|