viagens pela paisagem que me é próxima e interior, viagens por filmes, viagens de aquém e além mar
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

.pesquisar

 

.viagens recentes

. Comida e fotografia

. tubos

. Avaliação da qualidade na...

. No paraíso ano após ano

. Férias floridas

. Primavera

. jarro

. flor 2

. flor

. Clorofila

. Primavera

. Martinha

. Fly fishing ou a imagem d...

. ... e o paraíso continua ...

. Blawenburg Band em Hopewe...

. Sporting vence torneio Ba...

. Alvor

. Por Cascais e Sintra

. Festival de Jazz de Monte...

. Com neve na praia

. De Berlim, com amor

. Será que a crise nos veio...

. Berlin - bald bin ich da!

. Os nossos dias voltarão a...

. Grounds for Sculpture

. Phila

. mais uma foto do paraíso

.arquivos

. Setembro 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

blogs SAPO

.links

Sábado, 9 de Junho de 2007

a primeira vez

A minha sobrinha, jovem brilhante do 12.º ano e membro finalista da "República das Letras" de Miguel Monjardino, está, segundo o título de cartão de contacto do Mensageiro, com "falta de inspiração para discursos - aflitíssima e desesperadíssima com a falta de tempo". Esta aflição prende-se com a necessidade imediata de escrever um discurso para o jantar de "fim de curso" da dita República.

 

Os colegas escolheram-na para botar palavra no jantar que se realiza hoje à noite, e ela, perfeccionista, líder e empenhada como sempre é, aceitou o mandato, mas está desinspirada. Desde ontem à noite que tenta um discurso. Hoje, encontrei-a pelas 13:00, na rua da Sé, com o portátil ao ombro à espera de inspiração enquanto escolhe o vestido adequado para tal jantar, e ainda desesperada por ter só 5 linhas escritas.

 

Tento ajudar, mas os discursos são muito pessoais e tem de se enquadrar no espírito do acontecimento. Pior ainda pelo facto de ela ter de ser a porta-voz dos restantes colegas. Já lhe enviei os textos que ela escreveu há três anos para se candidatar a esta tutoria e que estavam no meu computador, mas creio que foram de pouca ajuda.

 

Entretanto, lembrei-me que o título "a primeira vez" poderia dar um excelente discurso - é o primeiro discurso e foram muitas as actividades que eles realizaram pela primeira vez na "República das Letras". A partir daí, ela poderia discorrer sobre as experiêncaias que desenvolveram pela primeira vez  na tutoria, e que deveriam, em parte, facilitar-lhe a escrita de um discurso.

 

Mas, estamos nós habituados a discursos para além dos de carácter político da Assembleia da República ou das campanhas eleitorais? São, irremediavelmente, maus exemplos e que têm como objectivo único convencer, persuadir, ganhar adeptos. O que se pretende hoje à noite, creio, é reflectir, fazer o balanço e agradecer. Daí a importância da primeira vez, do genuíno, da descoberta, da novidade.


E, assim sendo, nunca estaremos preparados para uma primeira vez. Mas, se a vida não nos proporcionasse continuamente uma primeira vez que interesse haveria em continuar a vivê-la?

 


publicado por mq às 14:56

link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De daniel sant'iago a 14 de Junho de 2007 às 12:54
Perdi-me... pela primeira vez... pelas tuas imagens!
Valeu a pena!
Linquei-te! "Vingado...!"


De mq a 14 de Junho de 2007 às 20:35
Obrigada.


Comentar post